Últimos assuntos
» Nossos Filhos nos Acusarão (legendado)
Dom 14 Abr 2013 - 14:16 por jerry

» UMA FAZENDA PARA O FUTURO
Qui 4 Abr 2013 - 20:30 por jerry

» Muito Além do Peso (2012)
Sab 16 Mar 2013 - 22:11 por jerry

» Quem se Importa (2012)
Seg 4 Fev 2013 - 22:52 por jerry

» Luto em Luta (2012)
Ter 22 Jan 2013 - 20:35 por jerry

»  The Suicide Tourist (2007)
Dom 15 Jul 2012 - 23:28 por jerry

» There's no Tomorrow
Sab 5 Maio 2012 - 22:47 por jerry

Votação

Para os que possuem TVs pagas: Você já aderiu ao sistema HD?

 
 
 
 
 

Exibir resultados


Exame de DNA confirma que filho de Eliza é de Bruno, diz advogado; defesa de goleiro nega teste

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Exame de DNA confirma que filho de Eliza é de Bruno, diz advogado; defesa de goleiro nega teste

Mensagem por Lili em Qua 20 Out 2010 - 18:59

Resultado do laudo ainda não foi repassado à Justiça


Do R7, com Marcelo Varela, do Portal MS Record



Bruno participa de audiência no Fórum Lafayete, em Minas Gerais, na tarde desta quarta-feira
Bruno Fernandes, ex-goleiro do Flamengo, é o pai biológico do filho de Eliza Samudio. A confirmação foi feita pelo advogado José Arteiro Cavalcante Lima, que representa a mãe de Eliza, Sônia Fátima de Moura. O resultado do laudo do DNA ainda não foi remetido à Justiça. Para Lima, o parecer do exame já era esperado.

- Todos nós já esperávamos que o Bruninho fosse filho do goleiro Bruno

Com a confirmação oficial, a mãe de Eliza Samudio deve entrar na Justiça para pedir a guarda definitiva da criança. Quem também deve fazer a mesma solicitação é o pai de Eliza, Luis Carlos Samudio, que perdeu a guarda provisória para a ex-mulher por responder processo na Justiça.

No dia 9 de agosto, o advogado Ércio Quaresma, que representa Bruno, afirmou que o ex-goleiro realizaria exame de DNA para saber se é pai do filho de Eliza Samudio. No entanto, nesta quarta-feira, o defensor disse que seu cliente ainda não fez o teste, mas fornecerá material genético para o exame.

Em tom irônico, Quaresma disse que não sabia que o advogado da mãe de Eliza era “dono de laboratório de DNA”. Ele afirmou ainda que, se for confirmado a paternidade, Bruno irá assumir o filho e "onde come 1, comem dois e três...".
À época, Quaresma afirmou que, se fosse confirmada a paternidade de Bruno, o goleiro pediria na Justiça a guarda da criança, que atualmente está com Sônia, que mora no distrito de Anhanduí (a 50 km de Campo Grande).

Audiência
Começou, por volta das 13h30 desta quarta-feira (19), mais uma etapa da audiência do caso do desaparecimento de Eliza Samudio, que tem como um dos acusados o goleiro Bruno Fernandes. O titular da Vara de Precatórias Criminais de BH, Marco Aurélio Ferenzini, deve ouvir 21 testemunhas arroladas pela defesa, no Fórum Lafayette, de acordo com o TJ-MG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais).

O TJ-MG informou que oito acusados devem estar presentes na audiência: Luiz Henrique Romão, o Macarrão; Marcos Aparecido dos Santos, o Bola; Dayanne de Souza; Elenílson Vítor da Silva; Flávio Caetano de Araújo; Wemerson Marques, o Coxinha; Fernanda Gomes e o goleiro Bruno. A única ausência é de Sérgio Rosa Sales, primo de Bruno.
O delegado Wagner Pinto, um dos que investigaram o caso, deve ser uma das testemunhas ouvidas. Os depoimentos serão encaminhados para Contagem, onde o crime está sendo julgado. As audiências foram suspensas no dia 15 deste mês, para serem retomadas no dia 8 de novembro.
Antes da suspensão, foram ouvidas duas testemunhas de acusação, José Carlos do Nascimento, porteiro do condomínio onde fica o sítio de Bruno, em Esmeraldas, e a camareira Elizabeth Soares de Oliveira, que trabalha no motel onde Bruno e Eliza teriam ficado antes dela desaparecer.

O crime
Eliza desapareceu no dia 4 de junho, quando foi do Rio de Janeiro para Minas Gerais a convite de Bruno. Ela havia procurado a polícia carioca pedindo proteção por estar grávida do goleiro, dizendo ter sido agredida. Após o nascimento da criança, a modelo acionou a Justiça para pedir o reconhecimento da paternidade.
No dia 24 de junho, a Polícia Civil recebeu denúncias anônimas apontando que Eliza havia sido espancada até a morte por Bruno e dois amigos dele no sítio de propriedade do jogador.
Depois de denúncias do tio de um menor, no Rio, que teria presenciado o assassinato da modelo, a polícia indiciou os suspeitos por sequestro e morte, sendo que Bruno responderá como mandante e executor do crime.
O Ministério Público acatou o indiciamento da polícia e ofereceu denúncia, aceita pela Justiça. O adolescente, de 17 anos, foi condenado no dia 9 de agosto pela participação no crime e cumprirá medida socioeducativa de internação por prazo indeterminado.


Fonte: R7
avatar
Lili
Administradora

Feminino Mensagens : 4874
Data de inscrição : 08/04/2009
Idade : 55
Localização : Rio de Janeiro

http://visaoemfoco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum