Últimos assuntos
» Nossos Filhos nos Acusarão (legendado)
Dom 14 Abr 2013 - 14:16 por jerry

» UMA FAZENDA PARA O FUTURO
Qui 4 Abr 2013 - 20:30 por jerry

» Muito Além do Peso (2012)
Sab 16 Mar 2013 - 22:11 por jerry

» Quem se Importa (2012)
Seg 4 Fev 2013 - 22:52 por jerry

» Luto em Luta (2012)
Ter 22 Jan 2013 - 20:35 por jerry

»  The Suicide Tourist (2007)
Dom 15 Jul 2012 - 23:28 por jerry

» There's no Tomorrow
Sab 5 Maio 2012 - 22:47 por jerry

Votação

Para os que possuem TVs pagas: Você já aderiu ao sistema HD?

27% 27% [ 128 ]
23% 23% [ 107 ]
14% 14% [ 64 ]
25% 25% [ 116 ]
12% 12% [ 57 ]

Total dos votos : 472


Justiça nega por unanimidade pedido de anulação do julgamento do casal Nardoni

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Justiça nega por unanimidade pedido de anulação do julgamento do casal Nardoni

Mensagem por Lili em Ter 21 Set 2010 - 17:57

Decisão foi tomada na manhã desta terça-feira no Tribunal de Justiça de São Paulo

Do R7



Werther Santana/31.03.2008/AE

Isabella Nardoni morreu após cair do sexto andar do prédio em que o pai
e os irmãos dela moravam, na zona norte de São Paulo
A Justiça de São Paulo negou, na manhã desta terça-feira (21), o pedido de anulação do julgamento de Anna Carolina Jatobá e Alexandre Nardoni, condenados à prisão pela morte de Isabella Nardoni, filha dele. A defesa do casal entrou com o recurso, que foi negado por unanimidade pelos três desembargadores que analisaram o pedido no Tribunal de Justiça de São Paulo.

Nardoni e Anna Carolina foram condenados respectivamente a 31 e 26 anos de prisão por um júri popular ocorrido no final de março deste ano. Os dois foram responsabilizados por homicídio doloso triplamente qualificado. A pena de Nardoni foi maior que a de Anna Carolina porque o crime que ele cometeu foi contra um descendente.

Além disso, a Justiça os condenou a outros oito meses de reclusão por crime de fraude processual, que eles poderão responder em regime semiaberto. Foi negado aos dois o direito de recorrer da sentença em liberdade.

A defesa formalizou o pedido de novo julgamento do caso alguns dias depois da decisão da Justiça. Em seu pedido, o advogado Roberto Podval apelou para anulação e solicitou um novo julgamento com base na lei penal antiga, que prevê de forma praticamente automática um novo júri em casos de condenação superior a 20 anos.



Fonte: R7
avatar
Lili
Administradora

Feminino Mensagens : 4874
Data de inscrição : 08/04/2009
Idade : 55
Localização : Rio de Janeiro

http://visaoemfoco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum