Últimos assuntos
» Nossos Filhos nos Acusarão (legendado)
Dom 14 Abr 2013 - 14:16 por jerry

» UMA FAZENDA PARA O FUTURO
Qui 4 Abr 2013 - 20:30 por jerry

» Muito Além do Peso (2012)
Sab 16 Mar 2013 - 22:11 por jerry

» Quem se Importa (2012)
Seg 4 Fev 2013 - 22:52 por jerry

» Luto em Luta (2012)
Ter 22 Jan 2013 - 20:35 por jerry

»  The Suicide Tourist (2007)
Dom 15 Jul 2012 - 23:28 por jerry

» There's no Tomorrow
Sab 5 Maio 2012 - 22:47 por jerry

Votação

Para os que possuem TVs pagas: Você já aderiu ao sistema HD?

27% 27% [ 128 ]
23% 23% [ 107 ]
14% 14% [ 64 ]
25% 25% [ 116 ]
12% 12% [ 57 ]

Total dos votos : 472


Taleban apedreja mulher e homem até a morte no Afeganistão

Ir em baixo

Taleban apedreja mulher e homem até a morte no Afeganistão

Mensagem por Paulo em Seg 16 Ago 2010 - 8:16

Membros do grupo Taleban condenaram casal à morte por suposto caso de adultério
Membros do grupo insurgente Taleban apedrejaram até a morte uma mulher e um homem acusados de adultério neste domingo (15), no norte do Afeganistão, informou o site do canal de TV Dawn.

De acordo com uma testemunha e um oficial local, a mulher, de 23 anos, e o homem, de 28 anos, foram mortos por aproximadamente cem pessoas - na maioria insurgentes do Taleban - que se reuniram no vilarejo de Mullah Quli.

O governador do distrito de Imam Sahib, na Província de Kunduz, no norte do Afeganistão, confirmou a execução.

O morador local Abdul Satar disse que as vítimas foram apedrejadas depois que um membro do Taleban, que controla o vilarejo, leu uma declaração em que afirmava que o casal havia confessado manter relacionamento.

- O Taleban condenou os dois à morte. Então parte da multidão começou a jogar pedras contra o casal até que eles morressem.
Segundo a testemunha, o casal teve as mãos amarradas às costas e foi obrigado a ficar em um campo aberto enquanto a multidão atirava pedras.

Um comandante local do Taleban que não quis se identificar também confirmou a execução.
- O casal confessou que mantinha um relacionamento e, baseado nisso, eles foram apedrejados até a morte.
De acordo com os insurgentes, o homem era casado e a mulher tinha um noivo.

O apedrejamento no Afeganistão lembra o caso de Sakineh Mohammadi Ashtiani, também condenada à morte por suposto adultério e homicídio no Irã. Em audiência no último sábado (14) em Teerã, a Suprema Corte do país decidiu adiar para o próximo sábado (21) a sentença sobre a execução da mulher.

Taleban matou mulher grávida

No início de agosto, membros do Taleban no Afeganistão açoitaram publicamente e depois mataram uma viúva grávida, também acusada de adultério.
As penas de morte sumárias eram prática comum no Afeganistão entre 1996 e 2001, anos em que o grupo insurgente dominou a política do país.

Sob as leis dos insurgentes, pessoas acusadas de roubos têm mãos e pés amputados, além de sofrerem açoitamento e outras punições públicas.

Fonte: R7

avatar
Paulo
Administrador

Masculino Mensagens : 3616
Data de inscrição : 06/04/2009
Idade : 54
Localização : São Paulo

http://visaoemfoco.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum