Últimos assuntos
» Nossos Filhos nos Acusarão (legendado)
Dom 14 Abr 2013 - 14:16 por jerry

» UMA FAZENDA PARA O FUTURO
Qui 4 Abr 2013 - 20:30 por jerry

» Muito Além do Peso (2012)
Sab 16 Mar 2013 - 22:11 por jerry

» Quem se Importa (2012)
Seg 4 Fev 2013 - 22:52 por jerry

» Luto em Luta (2012)
Ter 22 Jan 2013 - 20:35 por jerry

»  The Suicide Tourist (2007)
Dom 15 Jul 2012 - 23:28 por jerry

» There's no Tomorrow
Sab 5 Maio 2012 - 22:47 por jerry

Votação

Para os que possuem TVs pagas: Você já aderiu ao sistema HD?

 
 
 
 
 

Exibir resultados


Defesa Civil diz que chuva afetou 181 mil pessoas em Alagoas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Defesa Civil diz que chuva afetou 181 mil pessoas em Alagoas

Mensagem por Lili em Qui 24 Jun 2010 - 12:59

Vinte e oito municípios registraram estragos. Em Alagoas e em Pernambuco, 45 pessoas morreram.


Do G1, em São Paulo



Cheia causou destruição em barragem em Rio
Largo (Foto: Glauco Araújo/G1)
A Defesa Civil de Alagoas informa que 181 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas que atingiram o estado desde a semana passada. Até a manhã desta quinta-feira (24), foram confirmadas 29 mortes causadas por alagamentos e deslizamentos no estado. Mais de 80 mil pessoas saíram de suas casas.

Em Pernambuco, outro estado nordestino atingido pela chuva, foram confirmadas 16 mortes. Com isso, chega a 45 o número de mortos pela chuva, desde a semana passada, nos dois estados.

A Defesa Civil afirma que está realizando levantamento dos desaparecidos, que chegou a mil no fim de semana. Segundo o órgão, os primeiros dados foram enviados pelas prefeituras, por meio da Notificação Preliminar de Desastres (Nopred). O estado pediu apoio à Secretaria Nacional de Defesa Civil e seguiu até os locais. Só em União dos Palmares, o número caiu de 500 para 28.

No total, 28 municípios registraram estragos e 15 estão em estado de calamidade pública.

O governo estadual diz que 950 pessoas participam da Operação Inverno, de apoio às famílias prejudicadas pelo mau tempo. Cinco municípios permanecem sem abastecimento de água (Branquinha, Murici, Paulo Jacinto, Capela e Jacuípe).

Seis cães farejadores participam de uma varredura que está sendo realizada nos municípios mais prejudicados. Bombeiros do Rio e de São Paulo, inclusive mergulhadores, também fazem parte das equipes de buscas.

Atendimento
A enchente também destruiu unidades de saúde. Para atender os moradores, o Exército montou barracas com equipes médicas em Branquinha. Em Santana do Mundaú, foi montado um hospital de campanha, onde devem atuar profissionais do Rio de Janeiro.

Equipes dos bombeiros de Alagoas, Rio e São Paulo, da Polícia Militar alagoana e do Exército realizaram atendimento médico em Jacuípe, Santana do Mundau, Branquinha, Rio Largo e Murici.

Donativos
Já foram distribuídas 7.440 cestas básicas. A Defesa Civil pede para que empresários de Alagoas emprestem caminhões para o transporte de donativos nos municípios prejudicados. Os produtos mais necessários são: alimentos, leite e água potável, cobertores, colchões, roupas, medicamentos, fraldas, mamadeiras e objetos de higiene pessoal, velas e fósforos.



Fonte: G1
avatar
Lili
Administradora

Feminino Mensagens : 4874
Data de inscrição : 08/04/2009
Idade : 55
Localização : Rio de Janeiro

http://visaoemfoco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum