Últimos assuntos
» Nossos Filhos nos Acusarão (legendado)
Dom 14 Abr 2013 - 14:16 por jerry

» UMA FAZENDA PARA O FUTURO
Qui 4 Abr 2013 - 20:30 por jerry

» Muito Além do Peso (2012)
Sab 16 Mar 2013 - 22:11 por jerry

» Quem se Importa (2012)
Seg 4 Fev 2013 - 22:52 por jerry

» Luto em Luta (2012)
Ter 22 Jan 2013 - 20:35 por jerry

»  The Suicide Tourist (2007)
Dom 15 Jul 2012 - 23:28 por jerry

» There's no Tomorrow
Sab 5 Maio 2012 - 22:47 por jerry

Votação

Para os que possuem TVs pagas: Você já aderiu ao sistema HD?

 
 
 
 
 

Exibir resultados


‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Mensagem por Lili em Dom 13 Dez 2009 - 11:36

Usuários negam que jogo britânico tenha a ver com uso de adereços. Colégio particular tradicional enviou recado a pais sobre ‘brincadeira’


Paulo Toledo Piza
Do G1, em São Paulo



Pulseiras dispostas em barraca em SP (Foto: Paulo Toledo Piza/G1)

Um e-mail com reportagem do tabloide britânico “The Sun” circula na internet alertando os pais de crianças e adolescentes para um jogo que virou febre nas escolas do Reino Unido: o Snap. A “brincadeira” funciona da seguinte forma: uma menina coloca diversas pulseiras de silicone coloridas no braço e um jovem tenta arrebentar um dos adereços. Cada cor representa um “carinho”, que vai desde um abraço até sexo; quem arrebentar receberá a “prenda” da dona da pulseira.

As pulseiras já são moda por aqui. Baratas e fáceis de serem encontradas – um conjunto de 20 delas sai por, no máximo, R$ 2 –, elas não têm relação alguma com o jogo britânico, segundo usuários. “Pode acontecer isso fora daqui, mas no Brasil usamos só porque é legal”, disse a estudante Camila Perrenchelle, de 20 anos.

De fato, não há evidências de que algo semelhante tenha ocorrido nas escolas paulistas, segundo a Secretaria Estadual da Educação. Mesmo assim, educadores de instituições adiantaram-se à chegada da moda e começaram a tomar providências.

É o caso do colégio particular Marista Arquidiocesano de São Paulo. No fim do mês passado, a direção enviou comunicado aos pais dos alunos intitulado “Entretenimento? Consumo? Manipulação? Exploração de crianças e adolescentes?”. “Pedimos que, com discernimento e serenidade, [...] conversem sobre o melhor posicionamento para seus filhos e filhas”, informa o texto.

Em entrevista ao G1, o diretor educacional do colégio, o professor Ascânio João Sedrez, afirmou que a discussão foi parar também na sala de aula e teve um lado positivo. “Foi interessante. Surgiram pautas muito boas entre alunos e professores e também foi uma boa desculpa para que os pais começassem uma conversa necessária.”

Mãe de duas meninas, Patrícia Paz, de 39 anos, aconselhou a caçula de 10 anos e a adolescente de 13 a deixarem de usar as pulseirinhas na escola onde estudam, no Centro de São Paulo. “Elas usam desde pequenas, mas por precaução vão deixá-las de lado até essa moda passar”, afirmou.

As meninas questionaram a mãe, mas, após uma conversa franca, concordaram em colocar os adereços somente fora do ambiente escolar.

Vendas
Quem não gostou dos alertas sobre o jogo Snap foram os ambulantes que vendem os adornos nas proximidades das escolas. O G1 visitou cinco barracas e em todas a situação é a mesma: desde que começou a circular o e-mail com a reportagem do “The Sun”, as vendas tiveram uma acentuada queda.

“Antes eu vendia de 150 a 200 conjuntos de pulseiras por dia, mas agora não vendo mais do que 20”, disse o ambulante José da Silva Fontes, de 36 anos, que trabalha perto de uma escola na Vila Mariana, Zona Sul da capital paulista.

O vendedor Jean Souza Santos, de 40 anos, também sentiu a diminuição na procura pelo adereço. “Há uns quatro meses, vinham mães com seus filhos comprar. Agora nem as crianças compram mais.”

Moda passageira
Para o educador Sedrez, o jogo Snap, se chegar ao Brasil, será rápido "como fogo de palha". “A sensação é que há maleabilidade, franqueza aqui. O gingado que o brasileiro tem na questão dos relacionamentos é muito mais solto em comparação aos britânicos.”

Para ele, o jogo pode ser aceito em uma cultura rígida, mas não ganha força em um país em que a sexualidade é tratada com mais naturalidade. “O jogo não se enquadra na nossa cultura. É estranho ao nosso país”, concluiu.


Fonte: G1
avatar
Lili
Administradora

Feminino Mensagens : 4874
Data de inscrição : 08/04/2009
Idade : 55
Localização : Rio de Janeiro

http://visaoemfoco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Mensagem por Paulo em Dom 13 Dez 2009 - 11:44

Que brincadeira britânica mais besta. Acho que a moda não pega aqui.
avatar
Paulo
Administrador

Masculino Mensagens : 3616
Data de inscrição : 06/04/2009
Idade : 53
Localização : São Paulo

http://visaoemfoco.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Mensagem por Lili em Dom 13 Dez 2009 - 12:40

Paulinho, a mentalidade das pessoas é que é podre, pois no fundo não passam de pulseirinhas como quaisquer outras.

dããã
avatar
Lili
Administradora

Feminino Mensagens : 4874
Data de inscrição : 08/04/2009
Idade : 55
Localização : Rio de Janeiro

http://visaoemfoco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Mensagem por Mariza Frezza em Dom 13 Dez 2009 - 12:42

Paulo.....atenção! O sexo no Brasil é muito natural, e começa muito cedo. Sabemos que meninas e meninos que estão entrando na adolescência, 9 e 10 anos, na minha opinião, crianças ainda, já tiveram sua primeira experiência sexual. Claro que não estou generalizando, mas que o apelo sexual neste país é público, explícito e irrestrito, isto é mesmo. E qualquer novidade em relação a jogos e brincadeiras deste mesmo assunto, se alastra como fogo no mato seco. Eu, sinceramente, acho isto bem perigoso, pois é mais um estímulo, para estas criaças menos privilegiadas e com pais menos informados ou mesmo pais que acham isto natural nesta idade. Falar sobre sexo com uma criança, é dever dos pais, mas estimular é uma outra conversa.É uma brincadeira barata, colorida, atrai principalmente estas crianças. Posso até estar errada, mas o que me mostra todos os dias em revistas, tv, jornais etc...etc.... me deixa meio preocupada. Juro, tenho pena destas crianças.

Mariza Frezza

Feminino Mensagens : 485
Data de inscrição : 26/10/2009
Idade : 63
Localização : Passo Fundo- RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Mensagem por Paulo em Dom 13 Dez 2009 - 13:13

Mariza, pois é, concordo com vc, É, sem orientação dos pais fica dificil controlar...
Continuo tripudiando essa mentalidade de criar esse tipo brincadeira. Qual menina que não gosta de usar pulseirinhas??? Infelizmente com essa nova onda, acho perigoso usar pois tem muita maldade na cabeça do ser humano. Vamos ver se o tempo nos dirá se é fogo de palha essa nova onda....
avatar
Paulo
Administrador

Masculino Mensagens : 3616
Data de inscrição : 06/04/2009
Idade : 53
Localização : São Paulo

http://visaoemfoco.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Mensagem por Vânia em Seg 14 Dez 2009 - 6:38

Paulo escreveu:Que brincadeira britânica mais besta. Acho que a moda não pega aqui.

A moda já pegou aqui.

A Gi até parou de usar essas pulseirinhas depois que ficou sabendo, mas eu acredito que quando a criança só sai com os pais não tem problema. Mesmo assim é bom ficar de olho. Falo pela minha filha, pois a conheço bem, conversamos muito sobre isso e sobre tudo o que ela tem de dúvidas em qualquer assunto! Isso é muito importante, ter liberdade para falar com os jovenzinhos sobre qualquer assunto.

Antigamente os pais tinham vergonha de falar com os filhos, mas hoje existe a necessidade. Devemos estar sempre próximos !!!


Última edição por Vânia em Seg 14 Dez 2009 - 7:26, editado 1 vez(es)

_________________
Quando você se sentir sozinho, pegue o seu lápis e escreva. No degrau de uma escada, à beira de uma janela, no chão do seu quarto. Escreva no ar, com o dedo na água, na parede que separa o olhar vazio do outro. Recolha a lágrima a tempo, antes que ela atravesse o sorriso e vá pingar pelo queixo. E quando a ponta dos dedos estiverem úmidas, pegue as palavras que lhe fizeram companhia e comece a lavar o escuro da noite, tanto, tanto, tanto… até que amanheça.

Rita Apoena
avatar
Vânia
Administradora

Feminino Mensagens : 4027
Data de inscrição : 07/04/2009
Idade : 52
Localização : São Paulo

http://visaoemfoco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Mensagem por Mariza Frezza em Seg 14 Dez 2009 - 7:23

Eu sempre fui assim com minha filha, aliás, com meus filhos. Sempre conversamos abertamente sobre tudo que eles tinha a necessidade de saber, e principalmente sobre sexo e drogas, foi em casa que eles souberam e aprenderam tudo isto. É super importante esta conversa em casa. Se deixarmos de falar, eles aprenderão na rua, com os colegas, e nem sempre encontraremos pais que tem esta preocupação. Hoje meus filhos são adultos, e vejo que esta educação que veio de casa foi a ideal.

Mariza Frezza

Feminino Mensagens : 485
Data de inscrição : 26/10/2009
Idade : 63
Localização : Passo Fundo- RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Mensagem por Vânia em Seg 14 Dez 2009 - 7:28

E é assim que devemos ser, não tem outro jeito. Eu também acho que devem aprender em casa e tirar as dúvidas com os pais. Eu também acho que esta educação é a ideal. Já temos um filho de 18 anos e que nunca nos deu problema algum, e o mesmo acontece com a nossa filha de 11 anos, né amore?

_________________
Quando você se sentir sozinho, pegue o seu lápis e escreva. No degrau de uma escada, à beira de uma janela, no chão do seu quarto. Escreva no ar, com o dedo na água, na parede que separa o olhar vazio do outro. Recolha a lágrima a tempo, antes que ela atravesse o sorriso e vá pingar pelo queixo. E quando a ponta dos dedos estiverem úmidas, pegue as palavras que lhe fizeram companhia e comece a lavar o escuro da noite, tanto, tanto, tanto… até que amanheça.

Rita Apoena
avatar
Vânia
Administradora

Feminino Mensagens : 4027
Data de inscrição : 07/04/2009
Idade : 52
Localização : São Paulo

http://visaoemfoco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Mensagem por Paulo em Seg 14 Dez 2009 - 8:42

Vânia escreveu:E é assim que devemos ser, não tem outro jeito. Eu também acho que devem aprender em casa e tirar as dúvidas com os pais. Eu também acho que esta educação é a ideal. Já temos um filho de 18 anos e que nunca nos deu problema algum, e o mesmo acontece com a nossa filha de 11 anos, né amore?

Claro, a educação começa em casa, os nossos filhos não nos deram problema algum, vamos continuar dando educação, dando suporte necessário para que fiquem bem encaminhados.
avatar
Paulo
Administrador

Masculino Mensagens : 3616
Data de inscrição : 06/04/2009
Idade : 53
Localização : São Paulo

http://visaoemfoco.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Mensagem por Mariza Frezza em Seg 14 Dez 2009 - 9:29

Meu marido e eu pensamos assim tb. Meus filhos hoje, tem 28 e 26 anos, e graças a Deus, estão no caminho do bem e do crescimento pessoal e profissional. E a base está em casa mesmo. Somos espelhos deles. belê

Mariza Frezza

Feminino Mensagens : 485
Data de inscrição : 26/10/2009
Idade : 63
Localização : Passo Fundo- RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Mensagem por Vânia em Seg 14 Dez 2009 - 13:04

Mariza Frezza escreveu:Meu marido e eu pensamos assim tb. Meus filhos hoje, tem 28 e 26 anos, e graças a Deus, estão no caminho do bem e do crescimento pessoal e profissional. E a base está em casa mesmo. Somos espelhos deles. belê

É amiga, parece que os justos se atraem...rsrsrs

core

_________________
Quando você se sentir sozinho, pegue o seu lápis e escreva. No degrau de uma escada, à beira de uma janela, no chão do seu quarto. Escreva no ar, com o dedo na água, na parede que separa o olhar vazio do outro. Recolha a lágrima a tempo, antes que ela atravesse o sorriso e vá pingar pelo queixo. E quando a ponta dos dedos estiverem úmidas, pegue as palavras que lhe fizeram companhia e comece a lavar o escuro da noite, tanto, tanto, tanto… até que amanheça.

Rita Apoena
avatar
Vânia
Administradora

Feminino Mensagens : 4027
Data de inscrição : 07/04/2009
Idade : 52
Localização : São Paulo

http://visaoemfoco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ‘Pulseira do sexo’ gera polêmica entre pais e educadores em SP

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum