Últimos assuntos
» Nossos Filhos nos Acusarão (legendado)
Dom 14 Abr 2013 - 14:16 por jerry

» UMA FAZENDA PARA O FUTURO
Qui 4 Abr 2013 - 20:30 por jerry

» Muito Além do Peso (2012)
Sab 16 Mar 2013 - 22:11 por jerry

» Quem se Importa (2012)
Seg 4 Fev 2013 - 22:52 por jerry

» Luto em Luta (2012)
Ter 22 Jan 2013 - 20:35 por jerry

»  The Suicide Tourist (2007)
Dom 15 Jul 2012 - 23:28 por jerry

» There's no Tomorrow
Sab 5 Maio 2012 - 22:47 por jerry

Votação

Para os que possuem TVs pagas: Você já aderiu ao sistema HD?

 
 
 
 
 

Exibir resultados


Os Maiores Fracassos de Vendas da Música

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Os Maiores Fracassos de Vendas da Música

Mensagem por Lili em Ter 1 Dez 2009 - 15:51

1) Araçá Azul – Caetano Veloso (1972)


Quando gravou esse disco, Caetano Veloso vivia uma fase de crescimento de vendagens. Mas ele preferiu contrariar as expectativas e lançar seu disco mais experimental, com músicas difíceis e sonoridade totalmente fora dos padrões. Resultado: o disco foi campeão de devoluções, na época, e um encalhe daqueles. Ficou muitos anos fora de catálogo, e hoje, só faz parte da coleção dos mais fanáticos fãs do artista baiano.

2) Invincible – Michael Jackson (2001)


Há dez anos Michael Jackson não lançava um disco de inéditas. Gastou-se uma fortuna em estúdios, divulgação e promoção desse álbum. Ele até estreou em primeiro lugar na parada americana, mas sumiu rapidamente, e tornou-se o maior fracasso de sua vitoriosa trajetória artística. Merecidamente. O CD é uma pálida lembrança do brilho desse grande criador.

3) RPM (também conhecido como Quatro Coiotes) – RPM (1988)


O RPM foi o maior fenômeno de popularidade da história do rock brasileiro. Após lançar dois álbuns que, somados, venderam mais de três milhões de cópias em 1986, o grupo liderado pelo carismático cantor e baixista Paulo Ricardo resolveu fazer um super terceiro disco. A gravadora deu a eles tudo o que pediram- gravação no exterior, estúdios modernos, total liberdade criativa etc. Pena que, mergulhados em drogas, bebidas e estrelismo, os músicos estivessem tão sem inspiração. O disco foi um retumbante fracasso, vendendo menos de um décimo da expectativa da gravadora Sony, e praticamente determinou a separação da formação original do time, que só voltaria a se reunir em 2002.

4) She’s The Boss – Mick Jagger (1985)


Após mais de vinte anos com os Rolling Stones, Mick Jagger resolveu lançar o primeiro disco solo. Sua ambição, na época, era provar que não precisava mais de Keith Richards e seus colegas para fazer sucesso, e passar a faturar sozinho. Quebrou a cara. Mesmo com todo o investimento em sua divulgação, She’s The Boss não conseguiu ficar nem entre os dez mais vendidos nos Estados Unidos, e fez o cantor voltar rapidinho aos Stones. Ele até lançou outros trabalhos sozinho, mas nunca mais pensou em dar fim à sua galinha das pedras de ouro.

5) O Filho de José e Maria – Odair José (1977)


O cantor e compositor goiano era um dos artistas mais populares do Brasil nos anos 70. Suas canções simples e diretas conquistaram o grande público, que colocou músicas como Cadê Você e Pare de Tomar a Pilula no topo das paradas. A gravadora RCA fez a ele uma proposta milionária e o tirou da Polydor. A expectativa em torno de sua estreia na nova casa era grande. Só que Odair resolveu lançar uma ópera-rock inspirada na vida de Jesus Cristo, com sonoridade mais sofisticada e distante do seu estilo normal. Resultado: o disco não vendeu nada, a gravadora entrou em parafuso e nunca mais o cara conseguiu recuperar a enorme popularidade que teve.

6) Homo Sapiens – Jorge Ben Jor (1995)


Jorge Ben Jor ficou muitos anos longe das paradas de sucesso, embora fazendo shows para boas plateias. Em 1992, estourou com W/Brasil, e voltou a ser disputado pelas gravadoras. A Sony pagou uma fortuna pelo seu passe, e em 1995, achou que iria se dar bem. Homo Sapiens, o primeiro lançamento do contrato, foi trabalhado em termos promocionais de forma grandiosa. Sabem como o artista foi divulgado, com direito a cartazes e tudo? Acredite: Rei do Pop! Só que o CD era muito ruim, e a música de trabalho, Gostosa, não empolgou ninguém. Resultado: o disco encalhou que foi uma beleza.

7) Tiazinha Faz a Festa – Tiazinha (1999)


A Sony não aprendeu a lição com Jorge Ben Jor, e resolveu ir ainda mais longe. Tentou transformar Suzana Alves, a Tiazinha, então um fenômeno de popularidade ao participar do programa de Luciano Huck, em uma estrela pop. Gastaram uma fortuna e gravaram para ela um disco com músicas de Fausto Fawcett, Vinny, Alexandre Pires e outras celebridades pop, com participação de vários deles. A expectativa dos executivos da gravadora era vender um milhão de CDs. Só que a voz da mocinha era absurdamente ruim. O CD não vendeu nada e também foi campeão de devoluções, tanto que hoje é uma raridade que você não encontra em lugar algum. E quem está procurando?

8) Chinese Democracy – Guns N’Roses (2008)


Axl Rose demorou 14 anos para gravar esse disco, e nesses anos todos, mudou por completo a formação do Guns N’Roses. O CD chegou a ser encarado como uma lenda urbana, aquele trabalho que nunca veria a luz do dia. No entanto, em novembro de 2008, enfim Chinese Democracy chegou às lojas. No entanto, sem videoclipes promocionais e sem shows da banda, foi um fiasco. Entrou no terceiro lugar nos Estados Unidos e logo sumiu das paradas, vendendo menos de um décimo do que seus discos anteriores.

9) Glitter – Trilha Sonora Original do Filme – Mariah Carey (2001)


Mariah Carey foi uma das grandes estrelas dos anos 90. Vendeu milhões de discos, lotou shows pelo mundo, e levou a gravadora Virgin a tirá-la da Sony por uma verdadeira fortuna. Só que a moça entrou em parafuso justo nessa época, e lançou um filme, Glitter, que levou cacetada de toda a crítica e do público também. Sua trilha sonora não escapou ilesa. O CD não passou do sétimo lugar na parada americana, e ganhou poeira nas lojas de discos. O fiasco foi tão grande que a Virgin acabou pagando para a cantora ir embora, sem lançar mais nada da moça. Mas ela acabou dando a volta por cima.

10) O Funk do Tchan – É O Tchan (2001)


Quando estourou em 1996 com seus sambas dançantes à moda baiana, o grupo desafiou as previsões dos críticos, conseguindo vender muitos discos durante alguns anos e não sumindo da noite para o dia. No entanto, toda festa chega ao fim. Em 2001 o grupo, que começava a ver sua popularidade cair ladeira abaixo, apostou forte em um último truque. Eles lançaram um CD dedicado ao funk carioca, regravando sucessos do gênero e lançando duas músicas novas. As tais inéditas, O Funk do Tchan e Quem Gosta do Tchan eram tão ruins que parecem ter sido compostas durante a gravação. Pior: as dançarinas Scheila Carvalho e Sheila Mello e o dançarino Jacaré também resolveram gravar como cantores. O disco vendeu tão pouco e foi tão ignorado pelo público que mergulhou o grupo em uma lenta e triste decadência.



Fonte: Fester Blog
avatar
Lili
Administradora

Feminino Mensagens : 4874
Data de inscrição : 08/04/2009
Idade : 54
Localização : Rio de Janeiro

http://visaoemfoco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Maiores Fracassos de Vendas da Música

Mensagem por Vânia em Qua 2 Dez 2009 - 18:15

Chinese Democracy – Guns N’Roses (2008)

Duvido que não tenha alguma música boa...mesmo mudando a formação clássica, é uma das melhores bandas de Rock todos os tempos! Não fosse o estrelismo do Axel, misturado às drogas...talvez seria a melhor! Eu, particularmente, adoro rock e adoro o Guns N'Roses !!!

Invincible – Michael Jackson (2001)

Ahhhh...que peninha!!!

O Filho de José e Maria – Odair José (1977)

Tiazinha Faz a Festa – Tiazinha (1999)

O Funk do Tchan – É O Tchan (2001)

Ainda bem que não vingaram... rezar rezar rezar

_________________
Quando você se sentir sozinho, pegue o seu lápis e escreva. No degrau de uma escada, à beira de uma janela, no chão do seu quarto. Escreva no ar, com o dedo na água, na parede que separa o olhar vazio do outro. Recolha a lágrima a tempo, antes que ela atravesse o sorriso e vá pingar pelo queixo. E quando a ponta dos dedos estiverem úmidas, pegue as palavras que lhe fizeram companhia e comece a lavar o escuro da noite, tanto, tanto, tanto… até que amanheça.

Rita Apoena
avatar
Vânia
Administradora

Feminino Mensagens : 4027
Data de inscrição : 07/04/2009
Idade : 52
Localização : São Paulo

http://visaoemfoco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Maiores Fracassos de Vendas da Música

Mensagem por Lili em Qui 3 Dez 2009 - 12:55

Van, o disco do Odair José é tão ruim assim? Você conhece este albúm?
avatar
Lili
Administradora

Feminino Mensagens : 4874
Data de inscrição : 08/04/2009
Idade : 54
Localização : Rio de Janeiro

http://visaoemfoco.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

RPM Quatro Coiotes

Mensagem por Tack04 em Sab 3 Jul 2010 - 19:49

O Disco não foi bom para a mídia,mas o disco é bom.Não se compara ao revoluções mas ouçam as faixas Partners,Um Caso de Amor Assim...,Sete Mares.

Tack04

Status : @
Mensagens : 1
Data de inscrição : 03/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Maiores Fracassos de Vendas da Música

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum